Fala galera! Hoje vamos conversar mais um cadinho sobre os “valores”.

Para quem ainda não viu, fiz um post introdutório sobre o assunto aqui no blog recentemente, vem conferir aqui!

Se já introduzimos os valores e suas particularidades, o que vamos tentar entender nesse post? A simplificação dos valores.

Será que você sabe simplificá-los enquanto vai fazer a sua ilustração?

Os valores são divididos basicamente em uma escala de 0 a 10, onde 0 é o preto absoluto e 10 o branco absoluto. Normalmente evitamos estes extremos na hora de pensar os valores, mas trabalhamos com a grande gama de variações de cinzas que ficam entre eles.

gray-scale-0-black

Para pensar os valores de forma mais simplificadas, vamos eleger três tons:

simplification

Com eles, conseguimos ter uma ideia geral do que queremos, quais pontos vamos colocar em evidência na nossa arte e como será a profundidade na nossa ilustração 😀

value_combos

Imagem pertencente ao blog http://muddycolors.blogspot.com.br

Ok Jovi, mas como funciona essa treta na prática?

Para ampliar sua observação desses valores de forma simplificada, você pode pegar qualquer objeto próximo de você, ou uma foto de alguma natureza morta, paisagem ou mesmo pessoa (mas vamos manter a simplicidade a princípio, ok?). Escolheu? Ótimo! Vamos tentar entender como funcionam os valores na sua imagem. A minha, é essa aqui:

referencia

Para simplificar essa imagem, vamos focar nossas atenções nas três seleções que fizemos dos valores 3, 6 e 9. Use formas simples, não se prenda a nenhum detalhe. O exercício serve para te auxiliar a aumentar a percepção dos valores, não em desenvolver sua capacidade de transcrever visualmente cada detalhe, ok?

0

Vamos olhá-los como formas!

Depois de ter conseguido recuperar de forma simples os valores principais, você já terá ferramentas para ir modificando as linhas e acrescentando mais complexidade ao seu estudo.

1

Por fim você poderá finalizar com os pontos de luz e as sutilezas nas transições das sombras.

3

Aí está nosso exercício rápido de valores! Veja a imagem final em tamanho ampliado aqui!

Fazendo vários exercícios como este, você ajudará a sua biblioteca mental a construir referências visuais de possibilidades de uso dos valores.

“E isso ajuda exatamente onde??” Ajuda muito a não deixar sua ilustração “aguada”, lavadinha num tom só. Ela irá perder em profundidade e dramaticidade se os valores não forem uma preocupação sua lá no comecinho da produção.

Fez o exercício ou gostou da dica de hoje? Posta aí embaixo nos comentários!

Até a próxima!